Como fotografar fogos de artifício

0
9381
Carlos Rincon
Carlos Rincon

Final de ano chegando e aquela duvida de como fotografar fogos de artifIicio.

Para começar, precisamos de uma câmera que nos forneça o modo manual de operação, afim de obtermos uma velocidade entre 15″ e 30″ segundos de exposição (alta exposição).

O uso de uma câmera DSLR (digital single lens reflex) ou Super Zoom é recomendável (lembrando de algumas super zoom chegam a ter 15 segundos de Exposição).

Essa dicas vale sempre para quem usa o modo manual:

O uso do Tripé!

Provavelmente a dica mais importante é a de certificar-se que a máquina encontra-se bem firme ou presa a algo que garanta uma posição estática durante os registos. Utilizaremos longas velocidades de obturação, que serão excelentes para registar o movimento dos fogos  de artifícios. Várias soluções caseias podem se adequar à finalidade de travar a câmera, mas, obviamente, o uso de um tripé é o mais adequado.

Composição:

É sempre vantajoso conhecer o local que vamos fotografar, vale sempre ressaltar que é muito interessante buscar novo ângulos de visão, como fotografar com lentes grandes angulares, buscando promover as distorções causados pela lente nos planos fotográficos. Colocar um pessoa, estatua ou qualquer interferência humana na composição da sua fotografia gera sempre imagens harmônicas.

Como montar:

Monte a câmera no tripé, localize a direção em que você vai fotografar, e ajuste o foco. É um pouco trabalhoso usar o foco automático no escuro, mas você pode optar por usar o ajuste manual, ele é uma excelente solução se sua câmera tiver indicador de foco, lembrando-se sempre de colocar em foco infinito.

Velocidade do obturado:
Determine uma velocidade entre 15” e 30”.

Diafragma:
Determine um F entre 16 e 22.

ISO:

Procuro fazer as minhas fotos com ISO 100 ou menor.

Um grande erro é pensar que na fotografia de fogos de artificio é necessário utilizar um ISO alto. É sempre recomendável utilizar o triângulo da exposição para chegar aos valores ideais, através dele vamos obter os valores adequados dos três principais elementos de uma fotografia: quantidade de luz, intensidade, e sensibilidade à mesma. Dessa maneira, será possível notar que com a velocidade do obturador em 30″, teremos entrada de uma grande quantidade de luz através da lente, e com o diafragma aberto entre F16 e F22 à intensidade de luz será menor, acarretando uma maior profundidade de campo. O ISO baixo fornecerá uma menor sensibilidade à luz, juntamente com uma maior nitidez. Vale recordar que o ISO alto sempre gerará ruído, e para alguns fotógrafos essa consequência não é algo favorável e aceitável.

O prazer da fotografia de fogos de artificio é capturar as forma e as trajetórias descritas no céu escuro.

O uso de um disparador remoto vai possibilitar que o fotografo programe o tempo dos disparos através do controle do disparador.

Na fotografia de fogos de artificio precisamos sempre lembrar muito bem do tempo de exposição, ex: 30″ – 15″ – 10″, sendo a composição fotografia outro fator de extrema importância.

Aguardo resultados das fotografias.

Então Feliz Ano Novo